17 de Julho de 2018
|55| 3744.4061
Treinamentos
Objetivo:
Dar cumprimento ao item n.º 11.8 da Norma Regulamentadora n.º 10, capacitando pessoal para intervir com segurança em instalações elétricas com tensão igual ou superior a 50 Volts em corrente alternada, ou superior a 120 Volts em corrente contínua.
 
Público Alvo:
Obrigatório para os trabalhadores autorizados a intervir em instalações elétricas e/ou próximo a esta, nos termos das previsões dos itens 10.8.1 e 10.8.2 da NR 10.
 
Carga Horária: 40h
 
Conteúdo Programático: Conforme NR-10
1. Introdução à segurança com eletricidade.
2. Riscos em instalações e serviços com eletricidade:
a) o choque elétrico, mecanismos e efeitos;
b) arcos elétricos; queimaduras e quedas;
c) campos eletromagnéticos.
3. Técnicas de Análise de Risco.
4. Medidas de Controle do Risco Elétrico:
a) desenergização.
b) aterramento funcional (TN / TT / IT); de proteção; temporário;
c) equipotencialização;
d) seccionamento automático da alimentação;
e) dispositivos a corrente de fuga;
f) extra baixa tensão;
g) barreiras e invólucros;
h) bloqueios e impedimentos;
i) obstáculos e anteparos;
j) isolamento das partes vivas;
k) isolação dupla ou reforçada;
l) colocação fora de alcance;
m) separação elétrica.
5. Normas Técnicas Brasileiras – NBR da ABNT: NBR-5410, NBR 14039 e outras;
6. Regulamentações do MTE:
a) NRs;
b) NR-10 (Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade);
c) qualificação; habilitação; capacitação e autorização.
7. Equipamentos de proteção coletiva.
8. Equipamentos de proteção individual.
9. Rotinas de trabalho – Procedimentos.
a) instalações desenergizadas;
b) liberação para serviços;
c) sinalização;
d) inspeções de áreas, serviços, ferramental e equipamento;
10. Documentação de instalações elétricas.
11. Riscos adicionais:
a) altura;
b) ambientes confinados;
c) áreas classificadas;
d) umidade;
e) condições atmosféricas.
12. Proteção e combate a incêndios:
a) noções básicas;
b) medidas preventivas;
c) métodos de extinção;
d) prática;
13. Acidentes de origem elétrica:
a) causas diretas e indiretas;
b) discussão de casos;
14. Primeiros socorros:
a) noções sobre lesões;
b) priorização do atendimento;
c) aplicação de respiração artificial;
d) massagem cardíaca;
e) técnicas para remoção e transporte de acidentados;
f) práticas.
15. Responsabilidades.
 
Instrutores:
- Engenheiro Eletricista
- Técnico em Segurança do Trabalho e
- Técnico em Enfermagem.
 
Reciclagem: Bienal, e sempre que ocorrer troca de função ou mudança de empresa; ou retorno de afastamento ao trabalho ou inatividade, por período superior a três meses.

Certificado: Entregue somente após aprovação no Treinamento, em conformidade com a legislação vigente e aceito no MTE.
 
Objetivo:
Capacitar trabalhadores a operarem de forma segura e correta as diversas máquinas e equipamentos utilizados pelas empresas, com foco nas medidas de proteção de máquinas.
 
Público Alvo:
Qualquer pessoa, com 18 anos ou mais, que possua o ensino fundamental completo e que pretenda capacitar-se para operar as máquinas e equipamentos listados na NR 12, entre outros, com destaque para as medidas de proteção de máquinas
 
Carga Horária: 16 horas (mínimo).
 
Conteúdo Programático:
A capacitação para operação segura de máquinas deve abranger as etapas teórica e prática, a fim depermitir habilitação adequada do operador para trabalho seguro, contendo no mínimo:
a) descrição e identificação dos riscos associados com cada máquina e equipamento e as proteçõesespecíficas contra cada um deles;
b) funcionamento das proteções; como e por que devem ser usadas;
c) como e em que circunstâncias uma proteção pode ser removida, e por quem, sendo na maioria doscasos, somente o pessoal de inspeção ou manutenção;
d) o que fazer, por exemplo, contatar o supervisor, se uma proteção foi danificada ou se perdeu suafunção, deixando de garantir uma segurança adequada;
e) os princípios de segurança na utilização da máquina ou equipamento;
f) segurança para riscos mecânicos, elétricos e outros relevantes;
g) método de trabalho seguro;
h) permissão de trabalho; e
i) sistema de bloqueio de funcionamento da máquina e equipamento durante operações de inspeção,limpeza, lubrificação e manutenção.

Reciclagem:
Ainda que omissa na NR, recomenda-se a reciclagem anual ou toda vez que houver mudança de empresa, mudança de procedimentos ou de máquinas.
 
Instrutores:
- Engenheiro de Segurança do Trabalho
- Técnico em Segurança do Trabalho 

Certificado:
Entregue somente após aprovação no Treinamento, em conformidade com a legislação vigente e aceito no MTE.
Objetivo:
Atender a Norma Regulamentadora Dezessete (NR-17) do MTE que prevê a obrigatoriedade de treinamento semestral para os funcionários da empresa, a fim de capacitar e orientar quanto as formas, causas e efeitos de adoecimento relacionadas às suas atividades, bem como suas medidas de prevenção.
 
Público Alvo:
Trabalhadores devem receber treinamento, cujoobjetivo é aumentar o conhecimento da relação entre o seu trabalho e a promoção à saúde.
 
Carga Horária: 04 horas (mínimo).
 
Conteúdo Programático: Conforme NR-17
Conceito de Ergonomia;
Exames ocupacionais;
Fatores de risco;
Medidas de prevenção;
Utilização correta dos mecanismos de ajustes dos mobiliários e equipamentos;
Exercícios laborais;
Saúde vocal e Auditiva.

Instrutores:
- Engenheiro de Segurança do Trabalho
- Técnico em Segurança do Trabalho 

Certificado:
Entregue somente após aprovação no Treinamento, em conformidade com a legislação vigente e aceito no MTE.
Objetivo:
O subitem 18.28.1 da NR-18, estabelece que todos os empregados devem receber treinamentos admissional e periódico, visando a garantir a execução de suas atividades com segurança.
 
Público Alvo:
Trabalhadores da construção civil.
 
Carga Horária:6h
 
Conteúdo Programático: Conforme NR 18
a) informações sobre as condições e meio ambiente de trabalho;
b) riscos inerentes a sua função;
c) uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual - EPI;
d) informações sobre os Equipamentos de Proteção Coletiva - EPC, existentes no canteiro de obra.
Cabe salientar que esse Curso Admissional NR-18 não é Integração. Esse deve ser realizado em cada canteiro de obra, onde a construtora principal informa aos terceiros as diretrizes e procedimentos de segurança do trabalho
 
Instrutores:
- Engenheiro de Segurança do Trabalho
- Técnico em Segurança do Trabalho 

Certificado:
Entregue somente após aprovação no Treinamento, em conformidade com a legislação vigente e aceito no MTE.
Objetivo:
Atender a Norma Regulamentadora Vinte (NR-20) do MTE que prevê a obrigatoriedade para a realização de treinamento para todos os empregados que estejam diretamente envolvidos com inflamáveis e/ou líquidos combustíveis, visando a garantir a execução de suas atividades com segurança.
 
Público Alvo:
Os treinamentos de segurança são voltados para aqueles empregados que adentram na área e não ou para aqueles que mantêm contato direto com o processo ou processamento, variando a carga horária de suas capacitações.
 
Carga Horária:
Integração: 4 horas
Básico: 8 horas
Intermediário: 16 horas
Curso avançado I: 24 horas
Curso avançado II: 32 horas
 
Conteúdo Programático: Conforme NR 20
a) Curso Integração
1. Inflamáveis: características, propriedades, perigos e riscos;
2. Controles coletivo e individual para trabalhos com inflamáveis;
3. Fontes de ignição e seu controle;
4. Procedimentos básicos em situações de emergência com inflamáveis.
Reciclagem: Bienal, e sempre que ocorrer troca de função ou mudança de empresa; ou retorno de afastamento ao trabalho ou inatividade, por período superior a três meses.
 
b) Curso Básico
I) Conteúdo programático teórico:
1. Inflamáveis: características, propriedades, perigos e riscos;
2. Controles coletivo e individual para trabalhos com inflamáveis;
3. Fontes de ignição e seu controle;
4. Proteção contra incêndio com inflamáveis;
5. Procedimentos básicos em situações de emergência com inflamáveis;
II) Conteúdo programático prático:
Conhecimentos e utilização dos sistemas de segurança contra incêndio com inflamáveis
 
c) Curso Intermediário
I) Conteúdo programático teórico:
1. Inflamáveis: características, propriedades, perigos e riscos;
2. Controles coletivo e individual para trabalhos com inflamáveis;
3. Fontes de ignição e seu controle;
4. Proteção contra incêndio com inflamáveis;
5. Procedimentos em situações de emergência com inflamáveis;
6. Estudo da Norma Regulamentadora n.º 20;
7. Análise Preliminar de Perigos/Riscos: conceitos e exercícios práticos;
8. Permissão para Trabalho com Inflamáveis.
II) Conteúdo programático prático:
Conhecimentos e utilização dos sistemas de segurança contra incêndio com inflamáveis.
 
d) Curso Avançado I
I) Conteúdo programático teórico:
1. Inflamáveis: características, propriedades, perigos e riscos;
2. Controles coletivo e individual para trabalhos com inflamáveis;
3. Fontes de ignição e seu controle;
4. Proteção contra incêndio com inflamáveis;
5. Procedimentos em situações de emergência com inflamáveis;
6. Estudo da Norma Regulamentadora n.º 20;
7. Metodologias de Análise de Riscos: conceitos e exercícios práticos;
8. Permissão para Trabalho com Inflamáveis;
9. Acidentes com inflamáveis: análise de causas e medidas preventivas;
10. Planejamento de Resposta a emergências com Inflamáveis;
II) Conteúdo programático prático:
Conhecimentos e utilização dos sistemas de segurança contra incêndio com inflamáveis.
 
e) Curso Avançado II
I) Conteúdo programático teórico:
1. Inflamáveis: características, propriedades, perigos e riscos;
2. Controles coletivo e individual para trabalhos com inflamáveis;
3. Fontes de ignição e seu controle;
4. Proteção contra incêndio com inflamáveis;
5. Procedimentos em situações de emergência com inflamáveis;
6. Estudo da Norma Regulamentadora n.º 20;
7. Metodologias de Análise de Riscos: conceitos e exercícios práticos;
8. Permissão para Trabalho com Inflamáveis;
9. Acidentes com inflamáveis: análise de causas e medidas preventivas;
10. Planejamento de Resposta a emergências com Inflamáveis;
11. Noções básicas de segurança de processo da instalação;
12. Noções básicas de gestão de mudanças.

II) Conteúdo programático prático:
Conhecimentos e utilização dos sistemas de segurança contra incêndio com inflamáveis.

Instrutores:
- Engenheiro de Segurança do Trabalho
- Técnico em Segurança do Trabalho 

Reciclagem:
Básico (Trienal)- 4 horas
Intermediário (Bienal)- 4 horas
Avançados I e II (Anual)- 4 horas

Certificado: Entregue somente após aprovação no Treinamento, em conformidade com a legislação vigente e aceito no MTE.
Objetivo:
O subitem 35.3.1 da NR 35 estabelece que o empregador deve promover programa para capacitação dos trabalhadores à realização detrabalho em altura. Assim, a finalidadeé instruir sobre a norma NR 35 Trabalho em Altura, que estabelece os requisitos mínimos e as medidas de proteção para o Trabalho em Altura, envolvendo o planejamento, a organização e a execução, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com esta atividade.
 
Público Alvo:
Profissionais da área de Segurança do Trabalho, Técnicos de Telecomunicações, Montadores de Estruturas, Trabalhadores em Geral (profissionais de acesso por corda), e empresas que estejam interessadas em capacitação e profissionalização de seus colaboradores.
 
Carga Horária:
8h (4h Teoria e 4h Práticas) para treinamento básico
 
Requisitos:
Ter no mínimo, 18 anos;
Não possuir antecedentes de fobia à altura;
Estar apto fisicamente.
 
Conteúdo Programático:
a) normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura;
b) análise de Risco e condições impeditivas;
c) riscos potenciais inerentes ao trabalho em altura e medidas de prevenção e controle;
d) sistemas, equipamentos e procedimentos de proteção coletiva;
e) equipamentos de Proteção Individual para trabalho em altura: seleção, inspeção, conservação elimitação de uso;
f) acidentes típicos em trabalhos em altura;
g) condutas em situações de emergência, incluindo noções de técnicas de resgate e de primeiros
socorros.
 
Reciclagem:
O empregador deve realizar treinamento periódico bienal e sempre que ocorrer quaisquer dasseguintes situações:
a) mudança nos procedimentos, condições ou operações de trabalho;
b) evento que indique a necessidade de novo treinamento;
c) retorno de afastamento ao trabalho por período superior a noventa dias;
d) mudança de empresa.
 
Instrutores:
- Engenheiro de Segurança do Trabalho
- Técnico em Segurança do Trabalho 
- Especializado em Técnicas Verticais 

Certificado:
Entregue somente após aprovação no Treinamento, em conformidade com a legislação vigente e aceito no MTE.
Objetivo:
Aperfeiçoar membros da Cipa para desenvolverem ações de prevenção a acidentes de trabalho na empresa, em atendimento à NR-5, aprovada pela Portaria nº 3.214/78.
 
Público Alvo:
Membros eleitos da CIPA, titulares e suplentes, antes da posse. Caso a empresa não se enquadre no Quadro I, promoverão anualmente treinamento para o designadoresponsável pelo cumprimento do objetivo desta NR.
 
Carga Horária: 20h
 
Conteúdo Programático: Conforme NR-05
a) estudo do ambiente, das condições de trabalho, bem como dos riscos originados do processo produtivo;
b) metodologia de investigação e análise de acidentes e doenças do trabalho;
c) noções sobre acidentes e doenças do trabalho decorrentes de exposição aos riscos existentes na empresa;
d) noções sobre a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida – AIDS, e medidas de prevenção;
e) noções sobre as legislações trabalhista e previdenciária relativas à segurança e saúde no trabalho; 
f) princípios gerais de higiene do trabalho e de medidas de controle dos riscos;
g) organização da CIPA e outros assuntos necessários ao exercício das atribuições da Comissão.
 
Instrutores:
- Engenheiro de Segurança do Trabalho
- Técnico em Segurança do Trabalho e
- Técnico em Enfermagem.
 
Certificado:
Entregue somente após aprovação no Treinamento, em conformidade com a legislação vigente e aceito no MTE.
Objetivo:
Atender a Norma Regulamentadora Seis (NR-6) do MTE que prevê a obrigatoriedade de treinamento para os funcionários da empresa, a fim de capacitar e orientar quanto aos equipamentos de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho.
 
Público Alvo:
Trabalhadores devem receber treinamento, cujo objetivo é aumentar o conhecimento da relação entre o seu trabalho e a promoção à saúde.
 
Carga Horária: 02 horas (mínimo).
 
Conteúdo Programático: 
Conceito de Equipamento de proteção individual e coletivo;
Responsabilidades do empregador e do empregado quanto ao USO de EPI;
Certificado de Aprovação - CA;
Lista de Equipamentos de Proteção Individual;
Utilização correta dos equipamentos.

Instrutores:
- Engenheiro de Segurança do Trabalho
- Técnico em Segurança do Trabalho 

Certificado:
Entregue somente após aprovação no Treinamento, em conformidade com a legislação vigente e aceita no MTE.
NR-9 Benzeno